A Prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), realizou nesta sexta-feira, dia 21, a apreensão de 14 galos de rinha encontrados no bairro Santo Agostinho. Os animais estavam em situação de maus tratos e foram achados durante uma ação da Polícia Militar no bairro.

Segundo o sargento Rosemir, da Polícia Militar, os galos de rinha foram encontrados quando a equipe estava verificando uma suspeita de tráfico de drogas. “Recebemos uma denúncia sobre tráfico de drogas, falando sobre uma aglomeração de homens, e, quando viemos checar, encontramos os animais. Logo em seguida, entramos em contato com a Secretaria de Meio Ambiente”, contou.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Marcus Vinícius Convençal, explicou que no local foi configurado o crime de maus tratos e que havia muitos indícios rinhas de galos. A SMMA buscará um fiel depositário para cuidar dos animais. “Não foi encontrado nenhum responsável pela rinha no local. Nós vamos buscar a recuperação dos animais que estão muito machucados”, disse o secretário, acrescentando que os animais serão acompanhados por veterinários da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Muitos deles estavam mutilados e com os olhos furados.

De acordo com artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (Lei nº 9.605), praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos prevê pena de detenção de três meses a um ano, além de multa. A pena ainda pode ser aumentada de um sexto a um terço, se ocorrer a morte do animal.

Fotos de Evandro Freitas

Deixe seu Comentário