A Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, apurou na manhã desta segunda-feira, dia 24, denúncia de maus tratos a animal doméstico feita por meio do aplicativo FiscalizaVR. Dois agentes da Guarda Ambiental e um representante do Departamento de Controle Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) estiveram no endereço, na Rua União, no bairro Santo Agostinho, para vistoriar o local onde é criada uma cadela da raça pitbull e não identificaram problemas quanto à limpeza do ambiente e disponibilização de alimento e água.

De acordo com Joaquim Leonardo Valim, do Departamento de Controle Ambiental da SMMA, a única irregularidade encontrada no local foi o descumprimento da Lei Estadual 4.597/2005 que prevê a esterilização de qualquer animal da raça pitbull quando completam seis meses de idade. “O dono da cadela será notificado e terá prazo de quinze dias para providenciar a castração. Caso não cumpra a orientação o animal pode ser apreendido e encaminhado ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ)”, informou.

O secretário interino de Meio Ambiente de Volta Redonda, Marcus Vinícius Convençal, explicou que a equipe da secretaria faz a apuração de todas as denúncias da população encaminhadas pelo FiscalizaVR. Contamos com a presença da Guarda Ambiental para suporte a ações como apreensões e translado de animais, para castrações junto ao CCZ e situações de enfrentamento nas ações fiscais. “Desta vez, não foram encontradas irregularidades, mas agradecemos a colaboração de todo cidadão. O FiscalizaVR é a maneira mais fácil de acessar o serviço público em todos os setores da prefeitura”, falou. 

 Fotos de Gabriel Borges

Deixe seu Comentário