A Fiocruz incluiu mais um indicador no Boletim Infogripe, que apresenta informações sobre a evolução da Covid-19 no país. Agora, além das estimativas e dos casos recentes, o boletim apresenta a probabilidade da curva de novos casos estar em fase de crescimento, estabilidade ou queda, e traz uma análise de tendência nas últimas três e seis semanas - curto e longo prazo, respectivamente.https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1314762&o=nodehttps://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1314762&o=node

As ocorrências de crescimento ou queda estão subdivididas em duas categorias: a de possibilidade alta, acima de 95%, e moderada, acima de 75%.

O pesquisador da Fiocruz e coordenador do Infogripe, Marcelo Gomes, explicou que a metodologia tem o objetivo de ajudar as autoridades de saúde e governos na tomada de decisões para conter o avanço do novo coronavírus, e acrescentou que as avaliações de curto e de longo prazo evitam ações precipitadas ou a demora para agir.

O pesquisador enfatiza que a situação da Covid-19 no Brasil deve ser avaliada a cada semana, e a vigilância deve ser constante.

O Boletim Infogripe é atualizado a cada 15 dias. Segundo Marcelo Gomes, a última edição mostra que os casos notificados de Síndrome Respiratória Aguda (SAR), independentemente de presença de febre, apresentam manutenção da tendência de queda. No entanto, continuam na zona de risco, com ocorrência de casos semanais muito alta, acima do limiar de atividade muito alta, em todas as regiões do país.

Fonte: Agencia Brasil

Deixe seu Comentário